Tudo passa sobre a terra [2019]
Iracema morreu, minha avó morreu, minha mãe morreu, Marielle morreu. Todas somos. Nos tornamos. Vida após vida. Uma impessoalidade. O que és? Uma pergunta que afirma outra, o outro. Somos tantas. E sabemos, dedo por dedo. Vastidão e diversidade ao eco que produz. A jandaia ainda canta. Foi invasão, não foi descobrimento. Ela bem sabe que na terra tudo passa. Por isso somos. Ninguém solta a mão de ninguém. Por isso continuamos. Um movimento que não cessa de repetir-se em diferenças. Iracemas somos muitas.

Tudo passa sobre a terra é um espetáculo de dança que parte da imagem de Iracema, personagem feminina do romancista cearense José de Alencar, para pensar e discutir questões que atravessam a figura da mulher, bem como o sentido de sua presença como parte dos povos originários do Brasil no passado e no presente. A pesquisa também resultou na criação do espetáculo de dança Iracema destinado a crianças de todas as idades.

Conceito e Intérprete: Rosa Primo Direção e Dramaturgia: Clarice Lima Pesquisa de Movimento e Direção de Ensaio: Carolina Wiehoff Pesquisa de Imagem e Ilustrações: Raisa Christina Criação, Cenografia e Figurino: Carolina Wiehoff, Clarice Lima, Raisa Christina e Rosa Primo Colaboração: Esther Weitzman Assessoria de Figurino: Marina Carleial Iluminação: Walter Façanha Operação de Luz: Nelson Albuquerque Produção: Som & Fúria Produtor Executivo: Jota Júnior Santos Parceiros: Karthaz Studio | Universidade Federal do Ceará - Instituto de Cultura e Arte | Escola Porto Iracema das Artes Faixa Etária: 18 anos Duração: 40 minutos
Este projeto foi contemplado pelo Laboratório de Dança da Escola Porto Iracema das Artes do Ceará.

video teaser /

N/A N/A N/A