Bichos Soltos [2019] é o segundo episódio da série Supernada, uma intervenção coreográfica para crianças que acontece em espaços abertos, e que utiliza o movimentos dos corpos no espaço de forma dinâmica para criar a idéia de empatia cinética.

Episódio 2: Soltaram os bichos na cidade e eles estão em todos os lugares! Nas ruas, nas calçadas, nos bancos da praça, na parada de ônibus, nas esquinas, nas rotatórias, nas faixas de pedestres, nas padarias, nas farmácias, nos monumentos, nos cantos, nas brechas, no possível e impossível da cidade.

Nesse episódio quatro bailarinas vestidas com um figurino-fantasia de um animal-criatura estranha criam um novo estatuto de existência, vivendo a alteridade na sua potência máxima e colocando em questão o senso comum sobre o comportamento entre o homem, a natureza e as coreografias sociais estabelecidas.

Os figurino-fantasia desses animais-criaturas são agentes desestabilizadores do movimento e se apresentam enquanto dispositivo de utopias, possibilitando a criação de camadas ficcionais - seres que nunca foram vistos, já extintos e ou, que ainda estão por vir nessas cidades.

Bichos Soltos fricciona as lógicas de ação e percepção, invocando a consciência e a memória desses seres que serão lançados, cheios de desejo nas paisagens urbanas que nos circundam, invertendo e reconfigurando lógicas, padrões e regras sociais.

Direção & Coreografia Clarice Lima Assistente de Direção & Coreografia Aline Bonamin Criação & Dança Aline Bonamin, Clarice Lima, Marcela Costa e Natália Mendonça ou Patrícia Árabe Figurino Onono por Ad Ferreira, Sirley Ferreira e Maria Elizabete Vasconcelos Trilha Sonora Schubert - Sinfonia N.3 & N.5 Produção Clarice Lima & gente fina, elegante e sincera Apoio Publica e Lote Faixa Etária Crianças de todas as idades Duração 23min

N/A N/A N/A N/A N/A