Bichos Soltos [2019]
Soltaram os bichos na cidade e eles estão em todos os lugares! Nas ruas, calçadas, bancos de praça, paradas de ônibus, esquinas, padarias, farmácias, teatros, monumentos, cantos, brechas e beiras. Estão no possível e impossível da cidade.

Bichos Soltos é uma intervenção coreográfica para crianças de todas as idades onde quatro bailarinas vestidas com um figurino/fantasia/criatura/fantástica movimentam-se de forma dinâmica, criando um novo estatuto de existência, questionando a relação entre o homem, a natureza e as coreografias sociais estabelecidas, criando zonas de indiscernibilidades.

Segundo o filósofo Brian Massumi em seu livro O que os animais nos ensinam sobre política ele fala que a zona de indiscernibilidade não é uma indiferenciação; em vez disso, é onde as diferenças se unem ativamente. Dessa forma, os bichos são agentes desestabilizadores da normatividade e se apresentam enquanto dispositivo de utopias, possibilitando a criação de camadas ficcionais distintas e sobrepostas - seres que nunca foram vistos, já extintos e que ainda estão por vir nessas cidades.

A dança fricciona as lógicas de ação e percepção, invocando a consciência e a memória desses seres que serão lançados, cheios de desejo, nas paisagens urbanas, invertendo e reconfigurando lógicas, padrões e regras sociais.

Direção & Coreografia Clarice Lima Assistente de Direção & Coreografia Aline Bonamin Criação & Dança Aline Bonamin, Clarice Lima, Marcela Costa e Natália Mendonça ou Patrícia Árabe Figurino Onono por Ad Ferreira, Sirley Ferreira e Maria Elizabete Vasconcelos Trilha Sonora Schubert - Sinfonia N.3 & N.5 Produção Clarice Lima & gente fina, elegante e sincera Apoio Publica e Lote Faixa Etária Crianças de todas as idades Duração 23min

video / video teaser / projeto

N/A N/A N/A N/A N/A